Viktor von GEBSATTEL

Ao lado de Minkowski e Straus, é considerado fundador da Psicopatologia Fenomenológica. Dos autores clássicos, talvez seja Gebsattel o que tenha se dedicado ao mais amplo leque de interesses psicopatológicos. Sua grande obra, “Antropologia Médica”, reúne ensaios produzidos entre 1913 e 1956. A despeito do notável afastamento temporal destes trabalhos entre si, o leitor pode identificar o fio condutor do pensamento antropológico do autor, marcado pela concepção genético-estrutural de psicopatologia fenomenológica. É sob tal óptica que investiga patologias tão diversas quanto a depressão, fobias, fetichismo, desvios sexuais e toxicomania. No entanto, sua contribuição de maior destaque para a história da psicopatologia dá-se no campo das obsessões, com o ensaio “O mundo dos obsessivos”, contido nesta compilação.

Deixe uma resposta